terça-feira

UMA VIDA DE DEPENDÊNCIA DO SENHOR



Olá! Bom dia!
Compartilho com vocês este maravilhoso devocional, feito pelo meu amigo Claudio Morandi http://ievpalavradacruz.blogspot.com.br/ ).Este texto falou profundamente ao meu coração,e espero que abençoe sua vida também,(Todo o tipo de dificuldade que enfrentamos, seja circunstancial, emocional ou pessoal, tem como objetivo nos conduzir a um estado de total dependência do Senhor). 
Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento. 2 Coríntios 2:14.
O segredo da nossa vitória está centralizada numa vida de total dependência do Senhor. Todos nós temos enfrentado períodos de tribulações em nossas vidas, que poderíamos denominar de deserto. Deserto que, na realidade, é um período ou lugar que todo filho de Deus tem de passar se quiser viver em íntima comunhão com Deus. O deserto não é um lugar onde devemos buscar sinais e maravilhas, e sim, uma íntima comunhão com Deus que inculcará em nós o carácter e a força do Senhor. É um tempo de aprendizagem que poderá trazer grande desconforto se não tivermos uma visão das promessas de Deus. Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Isaías 43:2.
O fogo aqui mencionado, não é um fogo palpável, como o que purifica o ouro, são as aflições que vêm sobre uma pessoa. As tribulações são semelhantes ao calor do fogo que separam o precioso do vil. Estamos vivendo uma época onde os que se dizem “crentes no Senhor”, ainda não experimentaram o verdadeiro descanso. Por quê? Porque eles sempre tentam aperfeiçoar a si mesmos. Jamais encontrarão descanso, pois são orgulhosos. O orgulhoso acha que pode santificar-se sem a ajuda de Deus, apenas seguindo regras e costumes. Aquele que foi crucificado com Cristo sabe que não é assim; ele depende unica¬mente da graça e da força do Senhor. É por isso que a pessoa renascida busca um relacionamento com Deus, sabendo que somente assim receberá poder para obedecer a Palavra de Deus. Ezequiel 36:27 Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis.
Irmãos, a vida de Cristo é uma vida de vitória na qual podemos gloriar-nos. Ainda que grandes exércitos nos ameacem e grandes tribulações estejam à nossa espera, podemos regozijar-nos e louvar ao Senhor. Uma das características da vitória é a abundância de louvor e ações de graças em meio às tribulações. Os cristãos são um modelo para os demais. Deus nos colocou na terra como modelo para os outros. Se chorarmos quando os outros choram e nos desanimamos quando os outros se desanimam, somos iguais aos demais. Onde está, então, a nossa vitória? Devemos mostrar ao mundo que, em meio a essas situações, temos gozo e força. Talvez lhes pareçamos loucos, mas eles terão sede do Cristo que nos faz tão "loucos". Que o Senhor nos conceda Sua graça para que expressemos a Sua vitória em meio às tribulações. Porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria. 2 Coríntios 8:2a.

A nossa vitória está exatamente quando dependemos do Senhor e, o nosso descanso permanece quando confiamos em Sua Palavra. A vida diária do cristão deve estar cheia de regozijo. Pode ser que haja provas e tribulações, mas ainda haverá regozijo. O contrário de regozijar-se é estar ansioso. Muitos estão ansiosos pelos filhos, dinheiro ou negócios. Mas a Palavra do Senhor diz em Filipenses 4:6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.
Quando ficamos ansiosos é prova evidente de que não confiamos nos cuidados do Senhor. Hoje existem inúmeras pessoas que estão em busca da vitória, mas elas jamais encontrarão, porque a vitória está em uma Pessoa, Cristo. Está vitória quem nos dá é Deus, a vitória que nos faz mais que vencedores. Qualquer vitória que quase consegue vencer não provém do Senhor. A vitória que o Senhor nos dá é mais que vencedora. Uma vitória que quase consegue vencer e quase nos faz transcender não é verdadeira. A vitória que procede do Senhor nos faz mais que vencedores. Romanos 8:37a. e 1 Coríntios 15:57. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.

Penso que a palavra que mais precisa ser frisada nesse trecho de 1ª. Coríntios 15:57 é o vocábulo “dá”. Falamos muito sobre a graça de Deus, no entanto nos esquecemos do fato que a vitória é dada. Ninguém precisa trabalhar para receber um presente, nem tem alguém de participar da compra de um presente que lhe é oferecido. O presente, em sua inteireza, nos é oferecido, independentemente de nossos esforços e labutas. Quando a vitória nos é dada, e a Bíblia diz que nos foi dada em Cristo, então qual é a nossa dificuldade em descansar neste fato? Todos nós aqui nesta manhã temos muitas adversidades, tribulações, dor e angustia muitas vezes. Mas nós temos uma coisa chamada esperança. São tantos momentos difíceis que enfrentamos, mas nós temos as promessas de Deus para as nossas vidas. Então devemos descansar no Senhor. Descansa no SENHOR e espera nele. Salmos 37:7a. Quando nós não estamos descansados no Senhor, significa que não cremos de fato na Palavra do Pai. Nós, porém, que cremos, entramos no descanso, conforme Deus tem dito: Assim, jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso. Embora, certamente, as obras estivessem concluídas desde a fundação do mundo. Hebreus 4:3.
Irmãos, é necessário que nós que fomos incluídos naquele sacrifício no corpo do Senhor Jesus, mudemos a nossa maneira de pensar e de agir. Os nossos pensamentos muitas vezes são totalmente desalinhados ao da Palavra de Deus. Nós sempre empregamos o termo “tentar” e com isso ficamos muito cansados. Devemos, como cristãos que somos parar de tentar e confiar e, confiar mesmo. Tentar é aquilo que fazemos, e confiar é aquilo que deixamos o Senhor fazer. Isaías 64:4 Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha para aquele que nele espera.
Nós precisamos entender claramente o trabalhar gracioso de Deus em nossas vidas. A graça nos faz assentar nos lugares celestiais e nos mantém vitoriosos sobre o pecado, agora, nesta existência terrena. Consideremos aquele maravilhoso versículo da Palavra de Deus em Romanos 6:14 Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça.
Que versículo bendito! Nós não estamos mais sujeitos à Lei, a qual diz: “FAÇA”. Mas estamos debaixo da graça, que assegura a cada um de nós neste dia: “ESTÁ FEITO!” A graça exclui as obras da Lei de tal forma que estas não têm parte alguma na realização dessa liberdade do domínio do pecado. Sempre Deus agiu assim, pois Ele não muda. Todos os irmãos e irmãs que viveram uma vida de dependência do Senhor, a vitória em suas vidas foram certas. O mesmo sucedeu com Daniel na cova dos leões. Imagina quando ele foi lançado na cova entre os leões ferozes, mas Deus estava com Daniel e por isso ele teve descanso. Ele teve descanso porque dependeu unicamente do Senhor. Este é o segredo da vitória: confiar! Foi assim na vida de Ester quando ela livrou os seus irmãos judeus da mão da Hamã que os condenara à morte. Hamã foi morto pelo seu próprio veneno. Por quê? É porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia de Juízo. 2 Pedro 2:9.
Todo o tipo de dificuldade que enfrentamos, seja circunstancial, emocional ou pessoal, tem como objetivo nos conduzir a um estado de total dependência do Senhor. As dificuldades em nossas vidas descortinam a realidade do nosso cristianismo. Onde está a nossa dependência? Na economia, em bens materiais, em nós mesmos, nas pessoas, na igreja? Se o fundamento de minha confiança estiver nestas coisas, o tempo demonstrará quão frágil é a base em que estou me apoiando. Quando nos apoiamos em coisas, estamos dependendo do mundo e a dependência do mundo nos tornará frágeis e instáveis. Por isso o Senhor quer nos livrar deste terrível erro. O que certamente exige percepção espiritual é a afirmação da vitória sobre as óbvias tribulações. Entrever vitória é a afirmação, em meio às densas trevas das provações, perseguições e injustiças, ou revela loucura, ou constitui uma postura de fé. A Palavra de Deus diz que é fé. Através da pena de João, o Espírito afirma, sem pestanejar: a vitória que vence o mundo é a nossa confiança nEle. A nossa confiança na soberania criadora e gerenciadora do Senhor, que desde o inicio instituiu a tribulação como instrumento de aperfeiçoamento dos seus filhos. Nossa fé em Cristo mostra o quanto dependemos dEle e, quando dependemos do Senhor temos vitória, porque Ele é a nossa vitória e o nosso descanso. Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. 1 João 5:4. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita fique à vontade e volte sempre.JESUS AMA VOCÊ!